Deixe as janelas abertas, baby. Coração Guia / Cronicando / Destaque / Sentindo agora

Um feriado, um dia 12 e o seu sorriso… ah! o seu sorriso. Entre tantas coisas que eu poderia desejar, nenhuma delas é tão potente quanto a luz que seus lábios emanam nessas manhãs insuportavelmente quentes da nossa cidade. Mas, quanto maior a temperatura, tão mais evidente é a necessidade de deixarmos as janelas abertas. Sabe, eu gosto de janelas abertas, mesmo com as grades que me lembram uma cela. Dali do nosso colchão velho, carinhosamente colocado sobre o estrado que sobrou da cama quebrada, eu vejo a luz do poste brincar de esconde-esconde. Talvez eu pegue no sono antes de você voltar do banho, não faz mal. Ainda assim, posso sentir o cheiro do vento que balança as cortinas encardidas de patas de cachorro grande. E eu amo o nosso cachorro grande – bem como as grandes marcas que ele deixa pelo caminho. Posso sentir ainda uma mão do universo tentando jogar fora o que não precisamos levar na bagagem, mas… cada coisa a seu tempo, não é mesmo?

É mesmo verdade que luzes e sombras podem dar esse tom charmoso aos nossos olhos remelentos?

As noites caem, os dias voltam. Nem sempre é tão fácil sair da cama, embora tudo pareça estar correndo muito bem lá fora – enquanto eu finjo querer sair daqui do meu casulo. Eu, de fato, passei todos esses anos acreditando ser a mais forte, a mais positiva, a guerreira sempre pronta para a batalha. Bem, eu não sou. Não passo de um ser humano qualquer. Um ser humano qualquer, em uma fase interna turbulenta, e com muita – MUITA – sorte: a sorte de quase não conseguir dormir com o corpo suado e os olhos avermelhados de secura, mas de ter as janelas abertas para poder ver claramente a paisagem mais bonita que os olhos da minha alma jamais conseguiram desenhar sozinhos: o seu sorriso.


Redatora, professora e inventadora, tenho como verdadeira paixão a língua portuguesa e as piruetas que ela dá na ponta de cada lambida. A casualidade é minha amiga; a poesia, anfitriã. Entre - sem hora pra sair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *